Passagens Aereas

pdf imprimir enviar e-mail

Qual é o procedimento para viagens aéreas com animais?

http://www.edestinos.com.br/dicas-de-viagem/Voos/Passageiros-Especiais/Pessoas-que-viajam-com-animais-de-estimacao

Última atualização: 2012-07-02

Para viajar de avião com seu bichinho, antes de qualquer coisa tenha em mente que o passeio será uma grande mudança para o animal, já que ele sente mais as condições climáticas e o desconforto dos deslocamentos. Longos trechos podem causar diarreia e vômito.

Em voos domésticos, você deve estar munido do Certificado Sanitário do pet, conseguido por meio de uma consulta com seu veterinário de confiança e válido por três dias. No certificado, deve constar raça, nome, origem do animal (informações do pedigree, se houver), avaliação geral, nome do dono, e carteira de vacinação em dia. Destinos internacionais exigem que o bicho de estimação também tenha um tipo de visto, o Certificado Zoossanitário Internacional (CZI). Para consegui-lo, é necessário marcar uma consulta com um veterinário do Ministério da Agricultura que atenda no aeroporto do voo de origem e levar o Certificado Sanitário completo. Este documento tem validade de oito dias e é gratuito.

Antes do percurso, o animal deve ser tranquilizado. Com este procedimento, ele não necessitará de outros medicamentos e ficará seguro por cerca de 10h. Se a viagem durar mais de oito dias, é preciso providenciar os documentos novamente no aeroporto de retorno.

A permanência de animais dentro da cabine de passageiros só é permitida embaixo da poltrona de passageiros. Normalmente, as empresas aéreas aceitam apenas um ou dois animais dentro da cabine. Uma vez que esse número seja atingido, os outros passageiros portadores de bichos de estimação devem despachá-los pela bagagem de porão.

Lembre-se que cada companhia aérea tem sua particularidade, e que é essencial avisar a necessidade desse transporte na hora da compra de passagem.

  • Cão-guia

O animal deve ser transportado com coleira gratuitamente e ao lado do assento do dono, no chão da aeronave. A necessidade desse transporte deve ser comunicada com antecedência à companhia aérea e o assento é escolhido pela mesma. O dono deve estar munido de toda documentação do animal. O mesmo serve para qualquer outro animal-guia.

  • Informações e valor transporte animal por empresa aérea

Cada empresa tem sua particularidade quando o assunto é transporte de animais. Confira as exigências e, em caso de dúvidas, entre em contato com a Central de Atendimento da companhia com a qual você e seu bicho de estimação vão viajar.


- Avianca

Aceita apenas um animal na cabine de passageiros por voo, e somente cães e gatos. As medidas da caixa transportadora devem ser menores que: altura de 26 cm, largura de 26 cm e comprimento de 40 cm, no máximo. O preço do transporte é cobrado como excesso de bagagem: o total de quilos resultante da pesagem do animal junto com sua caixa transportadora multiplicado por 0,5% da tarifa máxima do trecho do voo. Por exemplo: se a tarifa máxima do trecho é R$ 500 e a pesagem animal + caixa transportadora = 4kg, a conta é 500x0,5%=2,5, e então, 4x2,5=10. Ou seja, a tarifa de transporte desse animal será R$ 10.

 

- Azul

Se a soma do peso do animal com a caixa de transporte for menor que 5kg, e as dimensões da caixa forem inferiores a 43 cm comprimento x 31,5 cm de largura x 20 cm de altura, é possível transportar o bichinho dentro da cabine de passageiros, embaixo do banco. A taxa fixa cobrada pela companhia é de R$ 100.

 

- Gol

Não permite animais na cabine de passageiros, exceto por animais-guia, e o limite é de dois animais por voo. Se a soma do peso do animal com a caixa transportadora for maior que 30kg, ele deverá ser transportado como carga. A Gol cobra R$ 70 + o total de quilos resultante da pesagem do animal junto com sua caixa transportadora multiplicado por 1% da tarifa máxima do trecho do voo. Por exemplo, se a tarifa máxima do trecho é R$ 500 e a pesagem animal + caixa transportadora = 4kg, a conta é 500x1%=5, e então, 4x5=20. Ou seja, a tarifa de transporte desse animal será R$ 20 + R$ 70 = R$ 90. As dimensões da embalagem de transporte do animal não podem ultrapassar 86cm (A) x 122cm (L) x 135cm (C). A empresa não transporta certas raças de animais. Confira a lista.

 

- TAM

Os donos de animais devem apresentar-se no guichê da empresa duas horas antes do voo. A política para trechos nacionais e internacionais são diferentes. São permitidos na cabine de passageiros somente cães e gatos cujo peso do animal + caixa transportadora sejam inferiores a 10kg.

Voos nacionais: a TAM cobra R$ 90 + o total de quilos resultante da pesagem do animal junto com sua caixa transportadora multiplicado por 0,5% da tarifa máxima do trecho do voo. Por exemplo, se a tarifa máxima do trecho é R$ 500 e a pesagem animal + caixa transportadora = 4kg, a conta é 500x0,5%=2,5, e então, 4x2,5=10. Ou seja, a tarifa de transporte desse animal será R$ 10 + R$ 90 = R$ 100.

Voos internacionais: é necessário que o passageiro e seu animalzinho compareçam ao guichê da TAM três horas antes do voo. A taxa é de US$ 50,00 + excesso de bagagem + impostos para destinos operados através de sistema de peso ou 02 excessos de bagagem para destinos operados através do sistema de peça.

 

- Webjet

Aceita apenas cães e gatos, no máximo dois animais por voo e somente na bagagem de porão. O peso do animal + caixa de transporte deve ser inferior a 30kg, e a cobrança funciona como excesso de bagagem + R$ 90. Por exemplo, se a tarifa máxima do trecho é R$ 500 e a pesagem animal + caixa transportadora = 4kg, a conta é 500x0,5%=2,5, e então, 4x2,5=10. Ou seja, a tarifa de transporte desse animal será R$ 10 + R$ 90 = R$ 100. O passageiro deve apresentar-se ao guichê da companhia 2h antes do voo.

O artigo continha informações úteis?

Sim Não
* - campos obligatórios

Partilhe este artigo por e-mail

Qual é o procedimento para viagens aéreas com animais?

Link: http://www.edestinos.com.br/dicas-de-viagem/Voos/Passageiros-Especiais/Pessoas-que-viajam-com-animais-de-estimacao